Porque meu filho vai na escola todos os dias, assiste todas as aulas, mas não consegue tirar notas boas? É bem fácil responder: Porque ele não utiliza as formas corretas na hora de estudar.

É preciso de entender de uma vez por todas: Ir na escola ou assistir as aulas não significam sucesso em melhores notas!! Mas como resolver este problema? Um grupo de professores, especialistas nas disciplinas, criou um método de estudar online, que funciona de forma simples e objetiva, muito fácil de entender. E essa técnica se tornou a melhor e mais rápida forma de aprender.

Quer saber como funciona e quais são os resultados? --> Venha para dentro da plataforma moderna, com os melhores professores, videoaulas objetivas, exercícios pontuais e simulados para verificar o desempenho.

Vamos juntos nessa?  

Saiba mais >

Logo Reforçar ou Aluno + 2019

Seu filho vai na escola todos os dias, assiste todas as aulas, mas não consegue tirar notas boas?

Estude e aprenda rapidamente, sabendo todo conteúdo que cai na prova. Com um método de 3 passos que funciona de forma simples e objetiva e é super fácil de entender.

Venha assinar o reforço escolar 2019, conforme o seu ano escolar do seu filho, dentro da moderna plataforma do Aprendizado Online, com professores altamente capacitados, videoaulas objetivas, exercícios pontuais e simulados para verificar o desempenho, o passo a passo para Aprender os Conteúdos, Ter Maior Rendimento, Melhorar as Notas, para ser Aprovado e um Sucesso na escola.

Selecione seu ano escolar e assine já - Reforço Escolar Online 2019

MELHORAR AS NOTAS DO SEU FILHO DEPENDE DO PESO DA SUA CARTEIRA OU DO TAMANHO DO CÉREBRO DELE?

Pare para pensar

Será que seu filho aprendeu tudo que podia neste ano....

Ou você deixou não teve tempo ou dinheiro extra?

Se você entende a importância de uma forma correta de estudar nos dias de hoje para seu filho aprender e ser aprovado...

É preciso entender de uma vez por todas ir na escola todos os dias, assiste todas as aulas não significam sucesso, que seu filho aprendeu.

Enquanto você não tiver um método para criar formas diferenciadas, otimizar o rendimento de aprendizagem que atenda as demandas de como seu filho aprende hoje...

Continuará tomando decisões com base no achismo, e torcendo para que seu filho melhore as notas.

Quer acabar com a miopia da formas correta que ameaça a aprendizagem e o sucesso do seu filho?

Eu tenho uma boa notícia.

No Reforço Escolar Aprendizado Online, seu filho terá acesso ao método de 4 passos, para planejar, fazer, verificar o resultado, colocar em pática todo conteúdo conforme o ano escolar, para utilizar qualquer hora sem restrições.

Inscrição no Enem 2018

A primeira coisa para a qual você deve se atentar: a data de inscrição; essa você não pode perder. Em 2018, as inscrições acontecerão entre os dias 7 e 18 de maiopelo site do Inep, onde os candidatos farão cadastro e inscrição.

Documentos necessários

Separe os documentos! Na hora de fazer a sua inscrição, você sempre deve ter em mãos:

  • Documento de Identidade (RG)

  • CPF

  • Endereço residencial e e-mail válido

Estes são documentos e dados são obrigatórios para se inscrever. O endereço serve para aproximar o máximo possível a sua casa do local de prova, então muita atenção na hora de digitar.

Fazendo a inscrição no Enem 2018

A inscrição no Enem é feita exclusivamente pela internet, no site do Inep. É necessário que o candidato preencha um formulário de inscrição com seus dados pessoais, educacionais e socioeconômicos. Lembre-se que é neste mesmo formulário que é solicitada a isenção da taxa de inscrição e atendimentos especiais, caso sejam necessários, para o dia da prova.

Quando finalizar o processo de inscrição, o candidato terá um número de inscrição e uma senha de acesso. Eles serão a chave de entrada para o sistema do Enem e para as seguintes atividades:

  • Inscrição

  • Alteração de dados cadastrados

  • Acompanhamento da inscrição (antes e depois de pagar a taxa de inscrição)

  • Recebimento do cartão de confirmação

  • Divulgação dos seus resultados da prova

Você pode, sim, alterar seus dados, mas somente durante o período de inscrição. Quer uma dica? Se inscreva logo no primeiro dia, assim você terá tempo para revisar tudo com calma.

Quando terminar a sua inscrição, acesse o site do Inep, use seu número de inscrição e senha para acessar o sistema e verifique se seus dados estão corretos antes de pagar a taxa. Com a proximidade do Enem, você pode consultar pelo sistema o seu cartão de confirmação com indicação do seu local de prova. Atenção: o cartão de confirmação não é mais enviado através do correio para o seu endereço, ok?

Guarde em um local seguro seu número de inscrição e senha! Depois que o Enem passar, você vai voltar a acessar essa mesma página para checar seus resultados da prova. Se der branco, fique tranquilo; é possível solicitar recuperação do seu acesso e senha; 

Taxa de inscrição

A taxa de inscrição para o Enem 2018 custa R$82. Para quem não pode pagar, existem políticas de isenção de pagamento e você deve se encaixar nos requisitos para solicitar.

 

A taxa de inscrição do Enem é cobrada pelo Banco do Brasil, por meio do Guia do Recolhimento da União (GRU Simples). Funciona assim: o candidato deve imprimir a GRU (que é basicamente um boleto, não tem mistério) durante o processo de inscrição e levá-lo ao banco ou à lotérica para pagamento. Em 2018, o prazo vai até o dia 23 de maio. Também é possível pagar pela internet, se preferir!

A solicitação de isenção do pagamento da taxa de inscrição do Enem 2018 é possível mediante os seguintes critérios:

  • Candidatos concluintes do Ensino Médio no ano de 2018 em escola pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica;

  • Candidatos provenientes de família com renda per capita de até um e meio salário mínimo e que estudaram em escola pública durante todo o ensino médio, ou com bolsa integral em escola particular durante o ensino médio, segundo a Lei 12.799/2013;

  • Candidatos cadastrados regularmente no CadÚnico, o Cadastro Único para Programas Sociais, mediante inserção de seu Número de Identificação Social (NIS) no sistema de inscrição do Enem para solicitar isenção de pagamento da taxa de inscrição, caso sejam de famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos;

  • Candidatos que tenham participado da edição de 2017 do Encceja.

Atenção: participantes que tiveram isenção de taxa na edição do Enem de 2017 e faltaram os dois dias de prova devem justificar a ausência do ano passado para poderem se inscrever no Enem 2018 sem pagar a taxa de inscrição.

As Mudanças do ENEM 2018

Em janeiro de 2017, o MEC lançou uma consulta pública sobre o Enem, ou seja, uma espécie de pesquisa para a galera opinar sobre algumas características do exame. Entre as perguntas estavam coisas como: “Você acha maneiro fazer o Enem pelo computador?” e “Prefere que a prova seja aplicada em um ou dois dias?”. Com isso, o MEC conseguiu descobrir os principais pontos de melhoria e trouxe algumas mudanças para as provas deste ano.

Enem em dois domingos consecutivos

De 2009 a 2016, o Enem era aplicado em um único final de semana – ao sábados e domingos. Em 2017, os dias de aplicação do exame mudaram radicalmente. Desde então, a prova não ocorre mais em um único final de semana, mas sim em dois domingos consecutivos. Sabatistas deixam de ter atendimento diferenciado, já que não precisarão esperar até o pôr-do-sol de sábado para começar a realizar o primeiro dia de prova.

Ordem das provas

O Enem costumava ter suas provas divididas da seguinte forma: no sábado, as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas tecnologias, e no domingo, as provas de Matemática e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Além da redação, claro.

A partir de 2017, a ordem das provas também mudou. No primeiro domingo, 4 de novembro, o candidato tem cinco horas e meia para realizar as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, além da redação dissertativa-argumentativa.

No outro domingo, 11 de novembro, o candidato terá que resolver as provas de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias no tempo de cinco horas.

Cadernos de prova personalizados

Nas edições anteriores do Enem, os cadernos de prova eram diferenciados por cores. Cada cor de caderno possuía uma mesma frase na capa, que tinha que ser transcrita para o cartão de resposta. Agora os cadernos de prova são personalizados e já vem com o nome do candidato e o número de inscrição impresso. Agilidade, né?

Aumento da taxa de inscrição

Até 2016, apenas candidatos que estavam no terceiro ano do ensino médio de escolas públicas podiam ficar isentos do pagamento da taxa de inscrição do Enem. Hoje em dia, candidatos cadastrados no CadÚnico – o cadastro do governo federal que reúne famílias em situação de pobreza e extrema pobreza – e participantes da edição do ano passado do Encceja também ficarão isentos do pagamento.

Certificado de conclusão do ensino médio

O Enem deixou de valer como exame para a obtenção do certificado de conclusão do ensino médio. Atualmente, quem não terminou o ensino médio na idade regular deverá prestar o Encceja, o Exame Nacional para Competências de Jovens e Adultos. Esse exame é gratuito.

Tempo de prova

Até 2017, no segundo dia de provas do Enem os candidatos tinham 4h30 para resolver 90 questões de Ciências da Natureza e Matemática.

A partir do Enem 2018, o segundo dia de provas passou a contar com 5h de prova – ao invés de 4h30.

O tempo de 5h30 para o primeiro dia de provas foi mantido, ok?

Direitos Humanos na Redação

Na Redação do Enem, textos que apresentassem impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação e que desrespeitassem os direitos humanos eram anuladas.

Em 2018, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) retirou do edital a determinação de que, na redação do Exame, propostas de intervenção que violassem os direitos humanos teriam nota zero.

Remarcação de prova

No Enem 2018, o candidato que tiver problemas logísticos durante a aplicação do Enem vai poder solicitar a reaplicação da prova em até 5 dias úteis após o último dia de Exame. A Comissão de Demandas irá julgar individualmente os casos e a decisão será comunicada para o candidato por e-mail e SMS.

Resultado do Enem 

Os resultados do Enem 2017 foram divulgados em 18 janeiro de 2018, e ainda estão disponíveis no site do Inep na página do participante. 

Para treineiros: se você tem menos de 18 anos e ainda não terminou o Ensino Médio, provavelmente fez o Enem para testar os seus conhecimentos e se preparar para o seu vestibular de verdade, correto? Então! A nota dessa galera está disponível desde o dia 19 de março. Acesse já!

 

Para quem vai fazer o Enem 2018

Está ansioso para saber quando o resultado oficial será liberado? De acordo com o MEC, os resultados do Enem 2018 devem ser divulgados em Janeiro de 2019. Mas muito antes disso você poderá estimar suas notas! Fique ligado no Gabarito Enem Aprendizado Online que irá acontecer nos dias 4 e 11 de novembro e confira o gabarito extraoficial feito pelos nossa equipe de professores! Você só precisará inserir as respostas que marcar no exame, e pronto: vamos te ajudar estimando as suas notas muito antes de janeiro. Xô, ansiedade!

Como utilizar as notas do Enem para entrar na universidade

Você já sabe que o Sisu usa a nota do Enem para escolher os candidatos que vão preencher as vagas oferecidas pelas instituições públicas de ensino, certo? Quando você acessar o sistema com o seu número de inscrição e senha no Enem, o Sisu automaticamente terá acesso às suas notas obtidas no exame. Mas fique esperto: confira qual é a edição da prova necessária para se inscrever no sistema. Não vale ter feito o Enem 2014 e tentar se inscrever com a nota desse exame na edição 2019 do Sisu!

Você também pode usar a nota do Enem para estudar em universidades públicas, através do Prouni e do Fies. Quer saber como? Consulte nossa página sobre o Prouni!

Como funciona a correção do Enem

Para entender como funciona a correção do Enem, você precisa ficar ligado na Teoria de Resposta ao Item (TRI). Esse método não avalia apenas sua quantidade de respostas corretas. Claro que acertar muitas questões é ótimo, mas se você e um amigo tiverem o mesmo número de questões certas, tirará a maior nota aquele que acertar as mais difíceis, por exemplo. É mais ou menos simples: valem mais as questões que têm menos acertos entre os candidatos, e valem menos as questões que têm maior número de acertos. Saiba mais aqui!

Os critérios de correção da redação

O espelho de redação é legal porque esclarece para o candidato o seu desempenho nos critérios que compõem a avaliação do seu texto. Você poderá ver a sua redação com as anotações do avaliador, e assim entender suas notas em cada uma das cinco competências que são exigidas. O chato é que ele demora um pouco para ser liberado – um ou dois meses depois da divulgação da nota do Enem – e não existe a possibilidade de pedir revisão.

MAPA DO SITE

INFORMAÇÕES

Atendimento ao Cliente

Política de Compra

Política de Privacidade

(61)3362-8006

ASSINE E RECEBA NOVIDADES

  • Facebook
  • Instagram

 

Copyright © 2008|2019 APRENDIZADOONLINE - Todos  direitos reservados. Orgulhosamente desenvolvido por SITEMKT